Home / Geral / Tecnologia / Acionista processa a Google por encobrir casos de assédio sexual

Acionista processa a Google por encobrir casos de assédio sexual

Acionista diz que companhia não agiu bem ao lidar com casos que ficaram conhecidos do público, a exemplo da conduta sexual imprópria de Andy Rubin, criador do Android

Em outubro do ano passado, a Google se viu em maus lençóis após uma extensa reportagem do The New York Times revelar casos de “conduta sexual imprópria” no alto escalão da empresa. O caso ganhou ainda mais repercussão porque a mesa diretora estaria ciente de todos os supostos abusos e ainda assim “passou o pano” para Andy Rubin, criador do Android, e Amit Singhal, um dos responsáveis pelo famoso buscador, pagando a ambos somas milionários, além de ações.

Em novembro 20 mil funcionários protestaram contra a maneira como a Google bonificou Rubin e Singhal, acusados de conduta imprópria

Leia mais…

Comentários

Veja Também

Bug no Instagram faz influenciadores perderem milhões de seguidores

Rede social informou que já está buscando uma forma de resolver a situação Um bug ...